Não perca essa oportunidade! Preencha e receba agora mesmo os preços e detalhes:
Eu li e concordo com os Termos de Uso e a Política de Privacidade

Ligue já e agende sua consulta:

0800 608 2130 11 9-9734-6584

Cirurgia de calázio: recuperação e pós-operatório

Saiba como é e quanto tempo leva o período de recuperação e pós-operatório da cirurgia de calázio.

Se você realizou a cirurgia de calázio e está com dúvidas ou está sentido qualquer tipo de desconforto, entre imediatamente em contato com o médico que fez sua cirurgia. O texto abaixo é apenas um informativo para quem ainda não operou e não substitui as orientações do seu médico oftalmologista.

A lesão ocular chamada calázio é derivada de uma inflamação em uma das glândulas sebáceas localizada na pálpebra. Com a inflamação, essa glândula, chamada Glândula de Meibômio ou meibomiana, fica entupida, o que faz com que a secreção que deve sair naturalmente fique presa. A partir deste momento, a gordura fica endurecida e forma um pequeno caroço sobre a pálpebra, podendo aparecer tanto na pálpebra superior como na inferior.

O caroço formado pelo calázio ainda pode aumentar de tamanho e, dependendo da dimensão em que chegar, pode afetar a visão do paciente. O calázio pode alterar a curvatura da córnea, induzindo ao astigmatismo e deixando a visão do indivíduo borrada. Por isso, é fundamental que, ao menor sintoma, o oftalmologista seja procurado para que seja feito o tratamento adequado o quanto antes.

Um dos tratamentos possíveis para a remoção da lesão é a cirurgia de calázio. Ela pode ser prescrita caso o caroço não seque espontaneamente ou não reaja bem aos tratamentos receitados pelo oftalmologista. Além disso, o indivíduo pode optar pelo processo cirúrgico por razões estéticas. Geralmente, o calázio faz com que o olho afetado fique inchado e avermelhado, além de apresentar um caroço. Mesmo sendo pequeno, é visível, podendo fazer com que as pessoas ao redor tenham o olhar curioso.

Como é a cirurgia de calázio?

A cirurgia de calázio é bem simples. Consiste na aplicação de anestesia local, sedação para que o paciente adormeça levemente e não sinta todo o processo que será feito, e na incisão do calázio pela parte interna da pálpebra. Isso faz com que a cicatriz não fique exposta e aparente, não causando outro desconforto estético. Quando finalizada a cirurgia, o paciente recebe um curativo na área afetada, devendo retirá-lo cuidadosamente apenas depois de um período de quatro a seis horas – o período pode variar de acordo com a recomendação médica.

Como é a recuperação e o pós-operatório da cirurgia de calázio?

Ao fim do processo cirúrgico, o indivíduo deve permanecer em observação na clínica ou hospital por, no mínimo, duas horas. Após esse período, se não houver nenhuma complicação, ele pode voltar para casa, porém, continuando com o repouso absoluto por dois dias. Caso o indivíduo sinta dor após a cirurgia, o seu oftalmologista pode receitar analgésicos, colírios, pomadas oftalmológicas e a aplicação de compressas frias sobre a região operada.

Na primeira semana, o paciente pode fazer algumas atividades leves, como trabalhar e estudar, porém, mantendo um repouso relativo – sempre seguindo a orientação do seu médico. Tarefas mais intensas, como a prática de esportes e atividades com água, devem ser evitadas. Além disso, todo cuidado com os olhos é pouco. Portanto, não se deve utilizar lentes de contato ou maquiagem na região operada. Durante o banho, é essencial que haja atenção para que não caia água, xampu ou sabonete nos olhos, as mãos devem estar sempre limpas e o contato delas com os olhos deve ser evitado ao máximo. Ao todo, o período de recuperação completa pode durar até quinze dias.

Central da Visão negociou com suas clínicas afiliadas preços mais acessíveis para a consulta e a cirurgia de calázio. Para receber os preços clique aqui ou ligue 0800-608-2130.

Importante!

Esse texto busca sensibilizar os pacientes a buscarem tratamento oftalmológico. Só o médico oftalmologista é capaz de diagnosticar e indicar os tratamentos e/ou cirurgias mais indicadas. Texto revisado pela Dra.Bárbara Nazareth Parize Clemente, CRM SP: 169506, Título Especialista (RQE): 74181. Médica oftalmologista graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde / PUC-SP, residência médica no Hospital de Olhos Aparecida, subespecialização pelo Instituto da Visão IPEPO.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, ligue grátis para 0800-608-2130.

Ligue grátis: 0800 608 2130