Não perca essa oportunidade! Preencha e receba agora mesmo os preços e detalhes:
Eu li e concordo com os Termos de Uso e a Política de Privacidade

Ligue já e agende sua consulta:

0800 608 2130 11 9-9734-6584

Cirurgia refrativa a laser: como funciona? Qual o valor?

A cirurgia refrativa a laser pode ser feita de duas formas. Conheça a PRK e a LASIK. 

Com o objetivo de corrigir problemas oculares como a miopia, a hipermetropia e o astigmatismo, a cirurgia refrativa é uma boa opção para quem quer reduzir ou até eliminar a dependência de óculos ou lentes de contato para enxergar corretamente. O procedimento é feito em cerca de uma hora pelo médico oftalmologista e, com o uso de laser, corrige os distúrbios presentes na visão do paciente, que causam imagens com pouca nitidez.

As clínicas e hospitais oftalmológicos que oferecem a cirurgia de correção de grau geralmente trabalham com alguns tipos de processos operatórios: a cirurgia a laser com PRK ou a técnica a laser LASIK. Confira abaixo como funciona cada um deles.

Cirurgia refrativa a laser PRK: como funciona

Na cirurgia de correção de grau com PRK, o médico oftalmologista realiza uma raspagem na parte externa da córnea. Depois dessa fase, o laser é utilizado para corrigir a curvatura das córneas oculares e melhorar o processo de refração nos olhos, que resulta no fim das imagens borradas e estabelece uma visão mais nítida.

A cirurgia refrativa com o PRK é realizada de duas formas, que variam de acordo com as necessidades do paciente e a avaliação do oftalmologista. A PRK normal consiste em um procedimento de correção com laser que atende diferentes pacientes. Já, na PRK personalizada, o oftalmologista precisa preparar o laser da cirurgia de acordo com a demanda específica da visão do paciente.

Cirurgia refrativa a laser LASIK: como funciona

Diferente da cirurgia a laser com PRK, a refrativa LASIK faz uma abertura na superfície do olho, mais precisamente na lamela, e introduz a luz do laser na córnea do olho do paciente, que executa a correção da curvatura, melhorando a visão do paciente.

A cirurgia refrativa a laser LASIK também pode ser realizada de duas formas, que variam de acordo com as necessidades do paciente e a avaliação do oftalmologista. A LASIK normal, indicada para maioria dos casos, consiste em um procedimento de correção com laser que atende diferentes pacientes. Já, na PRK personalizada, o oftalmologista precisa configurar o laser da cirurgia de acordo com a demanda específica da visão do paciente.

É possível que após a cirurgia o paciente continue a ter de usar óculos ou lentes de contato, dependendo da situação clínica do paciente. Entretanto, a redução do grau costuma ser significativa, o que reduz a dependência do uso de óculos e lentes de contato. Além disso, após a cirurgia é possível que o grau do paciente se altere ao longo dos anos.

Quanto custa a cirurgia refrativa a laser?

As cirurgias LASIK e PRK personalizadas costumam custar mais que as cirurgias LASIK e PRK normais e o preço da cirurgia vai variar de acordo com a clínica escolhida. É importante somar todos os custos, como: consulta de avaliação, exames oftalmológicos e a cirurgia em si que envolve a sala cirúrgica, equipe médica e materiais.

A Central da Visão negociou com suas clínicas afiliadas preços mais acessíveis para a consulta e cirurgia refrativa a laser. Para receber os preços clique aqui ou ligue 0800-608-2130.

Alguns planos de saúde oferecem cobertura para que o beneficiário realize o procedimento na rede credenciada. Em caso de maiores dúvidas, entre em contato com o seu convênio médico e procure saber mais informações.

Quem pode fazer a cirurgia refrativa a laser

A cirurgia de correção de grau é indicada para pacientes que não tenham sofrido alterações no grau ocular há pelo menos um ano e possuam mais de 21 anos de idade.

Existem alguns casos em que a cirurgia refrativa pode não ser indicada. Pacientes em tratamento de diabetes, artrites ou doenças que afetam a visão, ou em caso de gravidez não podem passar pelo procedimento cirúrgico.

Além disso, a cirurgia refrativa a laser não permite a correção de presbiopia, também conhecida como vista cansada, que é comum em pacientes acima de 40 anos. Por isso, a cirurgia refrativa a laser pode não ser recomendada para pacientes com mais de 40 anos já que, os mesmos continuarão a ter de usar óculos por conta da presbiopia.

Importante!

Esse texto busca sensibilizar os pacientes a buscarem tratamento oftalmológico. Só o médico oftalmologista é capaz de diagnosticar e indicar os tratamentos e/ou cirurgias mais indicadas. Texto revisado pela Dra. Bárbara Nazareth Parize Clemente, CRM SP: 169506, Título Especialista (RQE): 74181. Médica oftalmologista graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde / PUC-SP, residência médica no Hospital de Olhos Aparecida, subespecialização pelo Instituto da Visão IPEPO.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, ligue grátis para 0800-608-2130.

Ligue grátis: 0800 608 2130