Não perca essa oportunidade! Preencha e receba agora mesmo os preços e detalhes:
Eu li e concordo com os Termos de Uso e a Política de Privacidade

Ligue já e agende sua consulta:

0800 608 2130 11 9-9734-6584

Cirurgia de miopia: recuperação e pós-operatório

Entenda como é o processo de recuperação e pós-operatório da cirurgia de miopia.

Se você realizou a cirurgia de miopia e está com dúvidas ou está sentido qualquer tipo de desconforto, entre imediatamente em contato com o médico que fez sua cirurgia. O texto abaixo é apenas um informativo para quem ainda não operou e não substitui as orientações do seu médico oftalmologista.

Muito comum no Brasil, a miopia é um erro refrativo que ocasiona a dificuldade em enxergar os objetos que estão distantes. Em olhos normais, a luz que chega aos olhos deve chegar até a retina, de modo a formar uma imagem perfeita. Já em olhos míopes, a curvatura da córnea não permite que a luz chegue até a retina, resultando em uma imagem borrada.

Para corrigir a miopia, o oftalmologista pode indicar a cirurgia refrativa, que consiste na correção da curvatura da córnea com o uso de laser. Existem dois métodos de cirurgia de miopia a laser: o LASIK e o PRK. A diferença entre ambos é como o laser chega até a córnea para realizar a devida correção. Esse detalhe influencia diretamente o processo de recuperação e pós-operatório da cirurgia.

Como é a recuperação e o pós-operatório da cirurgia de miopia – método LASIK

O método LASIK de cirurgia de miopia a laser costuma ser o mais utilizado. Ele consiste em um pequeno corte no sentido horizontal na córnea do paciente, com aproximadamente 0,1 mm de espessura. Com o corte feito, uma das partes da membrana é levantada, deixando uma parte do tecido da córnea exposta e, assim, o laser é aplicado no olho do paciente. Ao final, a membrana levantada é recolocada no lugar e uma lente de contato é colocada para a proteção do olho operado e pode ser retirada no dia seguinte, na consulta do pós-operatório.

A recuperação é, em geral, rápida em comparação com outras cirurgias médicas. Nas primeiras horas, o paciente terá a sensação de corpo estranho no olho, o que é absolutamente normal devido à cirurgia. Além disso, o olho também pode arder levemente e lacrimejar neste período. Normalmente, o oftalmologista prescreve colírios que ajudam a aliviar esses sintomas, porém, é comum que eles desapareçam logo no dia seguinte.

Imediatamente após a cirurgia de miopia, já é possível notar a diferença. Apesar disso, pode ser que a visão do paciente não esteja perfeita logo após o procedimento cirúrgico e vá se estabilizando aos poucos, permitindo, inclusive, que o paciente possa dirigir já no dia seguinte, caso ele se sinta confiante. Atividades rotineiras, como estudo e trabalho, também podem ser retomadas sem esperar muito tempo, desde que haja moderação. É indicado não passar muitas horas na frente do computador nos primeiros dias. Maquiagem e demais cosméticos devem ser evitados na área dos olhos por pelo menos uma semana. Também deve se evitar fumar e estar exposto a fumaças em geral.

Além disso, no primeiro mês após a cirurgia, o paciente deve proporcionar uma proteção maior aos olhos, como usar óculos escuros, não entrar na piscina ou no mar e não esfregar os olhos.

Como é a recuperação e o pós-operatório da cirurgia de miopia – método PRK

A recuperação de pacientes que operaram utilizando o método PRK é mais lenta e mais dolorida. Enquanto a cirurgia LASIK faz um pequeno corte na córnea, a cirurgia PRK, indicada para pessoas que têm a córnea mais fina ou o formato do olho mais alongado, remove por completo o epitélio, que é uma fina membrana que recobre a córnea. Retirado o epitélio, o laser faz a correção da curvatura, e uma lente de contato é aplicada, devendo permanecer por até 72 horas, aguardando a regeneração do epitélio.

Assim como no método LASIK, é possível que o paciente sinta os sintomas de corpo estranho, ardor e lacrimejamento nas primeiras horas após a operação, porém, colírios prescritos pelo oftalmologista podem aliviar o incômodo. Os olhos devem ser protegidos, portanto, o operado deve usar óculos de sol, não entrar na piscina ou no mar, evitar o uso de maquiagem na região dos olhos, não esfregar os olhos, não ficar muito tempo em frente ao computador ou televisão e se atentar às indicações médicas. Também deve se evitar fumar e estar exposto a fumaças em geral. Normalmente, as atividades rotineiras podem ser retomadas em uma semana.

Como ter uma boa recuperação no pós-operatório

O sucesso da cirurgia depende do paciente seguir corretamente todas as indicações do seu médico oftalmologista no pós-operatório. Mesmo que o paciente se sinta muito bem após a cirurgia, ele não deve deixar de seguir todas as orientações indicadas pelo seu médico. E, se tiver com dúvidas, o paciente deve entrar imediatamente em contato com ele.

A Central da Visão negociou com suas clínicas afiliadas preços mais acessíveis para a consulta e a cirurgia de miopia. Para receber os preços clique aqui ou ligue 0800-608-2130.

Importante!

Esse texto busca sensibilizar os pacientes a buscarem tratamento oftalmológico. Só o médico oftalmologista é capaz de diagnosticar e indicar os tratamentos e/ou cirurgias mais indicadas. Texto revisado pela Dra.Bárbara Nazareth Parize Clemente, CRM SP: 169506, Título Especialista (RQE): 74181. Médica oftalmologista graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde / PUC-SP, residência médica no Hospital de Olhos Aparecida, subespecialização pelo Instituto da Visão IPEPO.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, ligue grátis para 0800-608-2130.

Ligue grátis: 0800 608 2130