Não perca essa oportunidade! Preencha e receba agora mesmo os preços e detalhes:
Eu li e concordo com os Termos de Uso e a Política de Privacidade

Ligue já e agende sua consulta:

0800 608 2130 11 9-9734-6584

Degeneração macular: o que você precisa saber

Encontre aqui informações sobre a degeneração macular e seus tratamentos.

A degeneração macular é uma doença que acomete a parte central da retina, chamada de mácula. Essa é a parte responsável pela visão de detalhes e, quando sofre com a degeneração, atrapalha a visão central do paciente, sem afetar a visão periférica.

O principal fator de risco para a degeneração macular é a idade, por isso, a doença também é chamada de degeneração macular relacionada à idade, ou DMRI. Entretanto, também podem sofrer com a doença pessoas com histórico familiar, peles e olhos claros, fumantes, obesos, hipertensos e pessoas que se expõem frequentemente à luz solar sem proteção.

O que é a degeneração macular

A mácula é uma pequena parte central da retina e tem como principal função a visão de detalhes. Com o passar da idade, uma degeneração pode afetar diretamente a mácula e, com isso, prejudicar a visão central do paciente.

A degeneração macular tem como principal fator de risco pessoas com idade acima dos 60 anos, no entanto, também pode acometer indivíduos em grupos de risco, como hipertensos, obesos, pessoas com histórico familiar da doença, além de pessoas com pele de olhos claros.

Os tipos de degeneração macular relacionada à idade – DMRI

A degeneração macular pode se manifestar de duas formas, a seca, ou atrófica, e a úmida, ou exsudativa. Entenda as características de cada uma delas.

Degeneração Macular Atrófica (Seca)

É a forma mais comum da doença, manifestando-se em cerca de 90% dos casos de degeneração macular relacionada à idade. A DMRI seca acontece quando há um acúmulo de proteínas e gorduras, chamas de drusas. Essas drusas se colocam na camada celular da mácula e causam a sua degeneração.

A degeneração macular seca evolui lentamente e costuma não ter muitos sintomas, principalmente quando apenas um olho é afetado. O olho saudável pode manter o paciente com boa visão por muito tempo, sem a percepção do problema. No geral, é mais fácil identificar os sintomas da doença quando os dois olhos sofrem de degeneração macular seca. Como os sintomas geralmente só são notados nessa situação, o ideal é que se faça o exame de fundo de olho com o médico oftalmologista todo ano, para prevenção.

Degeneração Macular Exsudativa (Úmida)

É uma forma mais agressiva da doença e corresponde a cerca de 10% dos casos. Ocorre quando vasos sanguíneos anormais e mais fracos se formam no fundo do olho. Esses vasos sanguíneos expelem fluidos e embaçam a visão do indivíduo.

A degeneração macular úmida tem progressão mais rápida e agressiva, o que exige uma intervenção rápida e adequada a fim de evitar a perda da visão do paciente. Além disso, pacientes com a degeneração macular seca que não tiverem tratamento adequado, podem evoluir para uma degeneração macular úmida.

Quais são as causas da degeneração macular

As causas da degeneração macular relacionada à idade ainda são desconhecidas. O que se sabe é que, com o passar dos anos, ocorre uma degeneração que atinge diretamente a mácula e isso causa problemas para o paciente na visão central, sem prejudicar a visão periférica. Ou seja, o indivíduo não fica totalmente cego, mas perde parte da capacidade de enxergar.

Quais os sintomas da degeneração macular relacionada à idade – DMRI

A degeneração macular seca costuma não apresentar muitos sintomas, principalmente quando apenas um olho é afetado. O olho que não foi afetado pode fazer com que o paciente enxergue normalmente por anos, o que atrapalha na percepção da doença. Nos casos em que os dois olhos são afetados, o paciente passa a ter dificuldades para enxergar detalhes, além de sentir sua visão central turva e embaçada.

Já no caso da degeneração macular úmida, por se tratar de uma manifestação mais agressiva da doença, o paciente pode notar rapidamente as dificuldades na visão central. No menor sinal de qualquer sintoma de degeneração macular, procure um médico oftalmologista para confirmar a existência da doença e iniciar os tratamentos o quanto antes.

Quais os tratamentos para a degeneração macular relacionada à idade – DMRI

Os tratamentos para a degeneração macular variam de acordo com o tipo manifestado em cada paciente e só podem ser recomendados por um médico oftalmologista após entender o caso da doença. Veja quais são os tratamentos mais comuns para a degeneração macular seca e a úmida.

Tratamento para Degeneração Macular Seca (Atrófica)

Os pacientes que manifestam a degeneração macular seca costumam necessitar da ingestão de multivitamínicos específicos recomendados pelo médico oftalmologista, além de adquirir novos hábitos em relação à sua alimentação, dando preferência para alimentos saudáveis, como frutas e vegetais. Um outro cuidado que o paciente deve ter é em relação à exposição solar, que deverá ocorrer somente com a proteção adequada.

Tratamento para Degeneração Macular Úmida (Exsudativa)

Para os pacientes que manifestam a forma úmida da doença, é recomendável a aplicação de medicamentos chamados de antiangiogênicos, que ajudam a secar os vasos sanguíneos que nascem embaixo da retina e, ao expelir fluidos, prejudicam a visão.

Degeneração macular tem cura?

A doença tem tratamento e, em boa parte dos casos, é possível diminuir a progressão da degeneração. Quanto mais cedo for diagnosticada, maiores são as chances do tratamento ser mais eficaz. Por isso é fundamental consultar o oftalmologista ao menos uma vez ao ano.

Como prevenir a degeneração macular – DMRI

A forma ideal de prevenir a degeneração macular é manter uma rotina com hábitos e alimentação saudáveis, incluindo na dieta frutas e hortaliças, não fumar e proteger-se adequadamente durante a exposição solar. Além disso, consultar-se regularmente com o médico oftalmologista pode te ajudar a prevenir ou identificar precocemente a doença.

Caso você apresente algum dos sintomas de degeneração macular, não deixe de procurar imediatamente um profissional oftalmologista para obter as orientações corretas. Lembre-se: quanto antes for tratada, mais rápido pode-se reduzir a progressão da degeneração macular.

Onde fazer o tratamento de degeneração macular?

A Central da Visão possui clínicas afiliadas em diversas cidades do Brasil com oftalmologistas especialistas em degeneração macular. Além disso, a Central da Visão negociou com suas clínicas afiliadas preços mais acessíveis para o tratamento de degeneração macular. Para receber os preços clique aqui ou ligue 0800-608-2130.

Importante!

Esse texto busca sensibilizar os pacientes a buscarem tratamento oftalmológico. Só o médico oftalmologista é capaz de diagnosticar e indicar os tratamentos e/ou cirurgias mais indicadas. Texto revisado pela Dra.Bárbara Nazareth Parize Clemente, CRM SP: 169506, Título Especialista (RQE): 74181. Médica oftalmologista graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde / PUC-SP, residência médica no Hospital de Olhos Aparecida, subespecialização pelo Instituto da Visão IPEPO.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, ligue grátis para 0800-608-2130.

Ligue grátis: 0800 608 2130