Não perca essa oportunidade! Preencha e receba agora mesmo os preços e detalhes:
Eu li e concordo com os Termos de Uso e a Política de Privacidade

Ligue já e agende sua consulta:

0800 608 2130 11 9-9734-6584

Quanto tempo demora uma cirurgia de miopia?

Entenda como é feita uma cirurgia de miopia a laser, saiba quanto tempo ela demora e quais os seus riscos.

Um dos erros refrativos mais comuns no Brasil, a miopia faz com que o paciente tenha dificuldade em focalizar objetos distantes. Muitas pessoas usam óculos de grau ou lentes de contato para corrigir a visão e poder enxergar as coisas corretamente. Além disso, a cirurgia refrativa (cirurgia de miopia) pode ser indicada pelo oftalmologista para correção da miopia.

Quais são os tipos de cirurgia de miopia a laser?

Depois de fazer a avaliação adequada no paciente, o oftalmologista pode recomendar a cirurgia de miopia a laser pelo método LASIK ou pelo método PRK. O que difere um tipo do outro é a forma como o laser chega até a córnea para fazer a sua remodelagem, e o que faz com que determinado método seja o adequado para cada paciente é a espessura da sua córnea.

Para pacientes com a córnea muito fina, o melhor método costuma ser o PRK, que consiste na retirada completa do tecido epitelial (fina camada que cobre a córnea) para que o laser tenha acesso direto à córnea. Já para pacientes com a córnea mais grossa e mais resistente, o método que costuma ser mais indicado é LASIK. Neste tipo de cirurgia, é feito um pequeno corte, de aproximadamente 0,1 mm na córnea do indivíduo. Uma das partes da membrana é levantada, e, assim, o laser tem acesso ao tecido da córnea que ficou exposto para fazer a correção.

Quanto tempo demora uma cirurgia?

O procedimento cirúrgico, como explicado, é bem prático e tecnológico, sendo tudo muito bem controlado por computador; o tempo que o laser age sobre a córnea é determinado antes mesmo da cirurgia, de acordo com o grau do paciente. Desta forma, o tempo de duração de uma cirurgia, normalmente, é entre 10 e 20 minutos, para os dois olhos e o paciente costuma ir para casa no mesmo dia.

Seja pelo método LASIK ou pelo PRK, inicialmente, é aplicada a anestesia local, em forma de colírio, e assim, o paciente está preparado para a cirurgia. Em alguns casos, pode haver uma leve sedação, porém, isto depende do perfil do paciente. Assim que o laser atinge a córnea e realiza a remodelagem adequada, a cirurgia é finalizada.

Normalmente o paciente chega até o centro cirúrgico para receber todas as orientações e ser aplicada a anestesia local. Depois é realizada a cirurgia em si e o paciente vai para uma sala de recuperação. Caso tenha recebido uma sedação leve, isso pode exigir que o paciente fique mais tempo na recuperação. O médico dará as orientações finais do pós-operatório e, estando tudo certo, liberará o paciente para ir para casa.

Quais os riscos da cirurgia de miopia a laser?

Como toda cirurgia, a cirurgia de miopia a laser também tem seus riscos, apesar de apresentar um baixo índice de complicações. Existe a possibilidade de a córnea não ser remodelada da maneira como deveria, fazendo com que o grau não seja completamente corrigido, o que gera a necessidade de uma nova operação. O paciente operado também pode ter olho seco, desconforto, sensação de corpo estranho, vermelhidão e dificuldade na cicatrização, o que acaba demandando mais tempo de recuperação.

O risco de maior gravidade é a infecção corneana, que pode deixar sequelas na visão do paciente. Por essa razão, é importante escolher com muito cuidado onde a cirurgia será feita, não deixando de considerar a higiene da clínica e consultório, a experiência dos médicos em cirurgias de miopia e o bom atendimento por parte deles.

A Central da Visão negociou com suas clínicas afiliadas preços mais acessíveis para a consulta e a cirurgia de miopia. Para receber os preços clique aqui ou ligue 0800-608-2130.

Importante!

Esse texto busca sensibilizar os pacientes a buscarem tratamento oftalmológico. Só o médico oftalmologista é capaz de diagnosticar e indicar os tratamentos e/ou cirurgias mais indicadas. Texto revisado pela Dra.Bárbara Nazareth Parize Clemente, CRM SP: 169506, Título Especialista (RQE): 74181. Médica oftalmologista graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde / PUC-SP, residência médica no Hospital de Olhos Aparecida, subespecialização pelo Instituto da Visão IPEPO.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, ligue grátis para 0800-608-2130.

Ligue grátis: 0800 608 2130