Não perca essa oportunidade! Preencha e receba agora mesmo os preços e detalhes:
Eu li e concordo com os Termos de Uso e a Política de Privacidade

Ligue já e agende sua consulta:

0800 608 2130 11 9-9734-6584

Cirurgia de miopia: entenda quem pode fazer

Veja quais pacientes podem fazer a cirurgia de miopia e quais são as contraindicações.

A miopia é um problema oftalmológico que consiste na dificuldade em enxergar de longe. O paciente míope apresenta dificuldade em focalizar os objetos a determinada distância e, assim, os vê borrados. Dependendo do grau da miopia, a distância para que a visão fique embaçada pode tanto ser alguns centímetros como vários metros.

Normalmente, o paciente míope usa óculos de grau ou lentes de contato, que lhe ajudam a focalizar os objetos. Porém, é possível solucionar a miopia por meio da cirurgia refrativa, que remodela a curvatura da córnea.

Quem pode fazer a cirurgia de miopia?

Só um médico oftalmologista pode definir se a cirurgia de miopia é indicada para o paciente. Para fazer a cirurgia de miopia, o paciente interessado precisa ter mais de 18 anos e a sua córnea precisa respeitar os limites de espessura. Caso ela seja muito fina, a cirurgia pode não ser indicada.

A cirurgia refrativa de miopia em jovens é diferente de quando feita em pacientes acima de 40 anos. Pessoas a partir de 40 anos começam a apresentar presbiopia, que é a dificuldade de ler para perto e os casos de fazer cirurgia corretiva devem ser avaliados com cuidado pelo oftalmologista.

Quem não pode fazer a cirurgia de miopia?

Existem algumas contraindicações para a cirurgia de miopia. Entenda:

  • Pacientes que tenham ambliopia: a contraindicação para pessoas que tenham olhos amblíopes é devida a não solução do problema. A ambliopia, também chamada de olho preguiçoso, é quando um olho enxerga bem menos que o outro, pois não aprendeu a enxergar desde a infância. Sendo assim, a cirurgia de miopia não será útil para melhorar a visão.
  • Pacientes que possuam ceratocone: o ceratocone é uma doença que faz com que a córnea do indivíduo fique mais fina e tenha seu formato alterado, se projetando para frente. Com o formato da córnea alterado, a visão pode ficar ainda mais embaçada. Ou seja, caso o paciente que tem ceratocone tenha os olhos operados, sua córnea pode ficar ainda mais deformada, aumentando mais ainda o seu grau.
  • Pacientes com diabetes: a cirurgia de miopia só pode ser realizada em pacientes com diabetes caso o seu nível de glicemia esteja controlado há muito tempo. O grau e a cicatrização podem ser comprometidos pela variação da taxa de glicose.
  • Grávidas ou mulheres no período de amamentação: a variação hormonal de grávidas e mulheres que estejam amamentando pode gerar instabilidade no grau. Porém, assim que esse período acabar, a cirurgia pode ser feita.
  • Doenças sistêmicas autoimunes: doenças como Lúpus Eritematoso Sistêmico ou Artrite Reumatoide podem impedir o paciente de fazer a cirurgia de miopia, pois podem fazer com que a reação inflamatória seja mais intensa ou a cicatrização não seja adequada, trazendo-lhe mais incômodos.
  • Glaucoma: pacientes com glaucoma não devem realizar os tipos de cirurgia a laser ou a LASIK, pois podem alterar os níveis de medição da pressão intraocular. Provavelmente, neste caso a melhor opção pode ser a técnica PRK, mas isso deve ser avaliado com cuidado pelo oftalmologista.
  • Herpes ocular: pacientes que tenham ou já tiveram herpes ocular não podem operar, pois o processo cirúrgico e o uso de medicamentos com corticoide na recuperação podem fazer com que este problema volte. Além disso, a blefarite (inflamação das margens das pálpebras) e alergia ocular não controlados também podem impedir a pessoa de realizar a cirurgia de miopia.

Qual é a causa da miopia?

Muito comum no Brasil, a miopia pode ser causada pelo formato do olho – quando ele é mais alongado do que o normal – ou quando a curvatura da córnea é mais fechada. Esses dois fatores fazem com que a córnea não tenha a curvatura uniforme, influenciando na maneira que os raios de luz são refratados nos olhos. Dessa forma, a imagem não fica igualmente focada. A luz que chega aos olhos e que é responsável pela formação da imagem deve ser focalizada precisamente na retina. Na miopia, o foco acontece antes de chegar à retina, causando assim a visão embaçada especialmente para objetos que estão longe do indivíduo.

A Central da Visão negociou com suas clínicas afiliadas preços mais acessíveis para a consulta e a cirurgia de miopia. Para receber os preços clique aqui ou ligue 0800-608-2130.

Importante!

Esse texto busca sensibilizar os pacientes a buscarem tratamento oftalmológico. Só o médico oftalmologista é capaz de diagnosticar e indicar os tratamentos e/ou cirurgias mais indicadas. Texto revisado pela Dra.Bárbara Nazareth Parize Clemente, CRM SP: 169506, Título Especialista (RQE): 74181. Médica oftalmologista graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde / PUC-SP, residência médica no Hospital de Olhos Aparecida, subespecialização pelo Instituto da Visão IPEPO.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, ligue grátis para 0800-608-2130.

Ligue grátis: 0800 608 2130