Não perca essa oportunidade! Preencha e receba agora mesmo os preços e detalhes:
Eu li e concordo com os Termos de Uso e a Política de Privacidade

Ligue grátis de qualquer telefone ou celular:

0800 608 2130 11 9-9734-6584

Estrabismo: o que é? Tem cura?

Saiba o que é o estrabismo e se esta doença tem cura.

O estrabismo é um distúrbio ocular que consiste na falta de paralelismo entre os olhos, fazendo um focar em uma direção, e o outro, em outra direção. Esse desvio pode ser para o centro do rosto, que é o estrabismo convergente, para as extremidades do rosto, que é o estrabismo divergente, e para cima ou para baixo, que é o estrabismo vertical. Além disso, pode ocorrer tanto em um olho só, como nos dois olhos.

Confira agora quais são as causas do estrabismo e se esta doença tem cura.

Qual a causa do estrabismo?

A causa do estrabismo está associada a um problema nos músculos que controlam os movimentos dos olhos. Esses músculos são comandados por nervos cranianos, ligados ao sistema nervoso. Para que os olhos sejam direcionados de igual forma, é preciso que os músculos responsáveis pelo seu controle estejam em harmonia, fazendo com que os olhos estejam sincronizados. Desta forma, caso o sistema nervoso do paciente seja afetado, como em um AVC, por exemplo, ele pode ter estrabismo.

No caso de crianças, o estrabismo pode ser consequência de um alto grau de hipermetropia, pois força o paciente a aproximar os olhos para compensar a dificuldade em enxergar corretamente.

Outras razões podem ser a dificuldade motora para coordenar o movimento dos dois olhos, baixa visão em um dos olhos, doenças genéticas, como Síndrome de Down, doenças oculares, como catarata congênita, doenças infecciosas, como meningite, da tireoide, diabetes e até a hereditariedade.

O estrabismo tem cura?

O estrabismo tem altos índices de bons resultados quando tratado precocemente. Muito comum em crianças, é fundamental que o distúrbio seja tratado o quanto antes, a fim de corrigir a visão do paciente, melhorar a sua qualidade de vida e, ainda, evitar que possíveis complicações aconteçam, como a perda total da visão do olho afetado. Porém, caso um adulto seja acometido pelo estrabismo, é possível que ele faça a cirurgia de estrabismo, uma vez que os tratamentos recomendados em geral não têm a mesma eficiência em pessoas mais velhas.

Quais são os tratamentos para estrabismo?

Em crianças, os tratamentos mais recomendados pelos oftalmologistas são o uso de óculos de grau, que corrigirá o grau de hipermetropia e, assim, o olho não será mais forçado a se aproximar do outro para compensar o erro; o uso de tapa-olho no olho que não tem desvio, o que estimula o olho afetado e corrige o movimento muscular; aplicação de toxina botulínica (Botox), que age relaxando o músculo que está contraído, fazendo com que o olho fique normal, paralelo ao outro. Este procedimento, normalmente, só é indicado para pacientes que tenham estrabismo de nível leve a médio, pois, com nível mais forte, a reaplicação pode ser necessária.

A cirurgia de estrabismo pode ser um tratamento eficaz, que é prescrito caso o distúrbio não seja solucionado com o uso das lentes corretivas. O procedimento consiste na aplicação da anestesia (local ou geral, a depender do paciente) e na correção muscular – fortalecimento, caso os músculos estejam fracos, ou enfraquecimento, caso estejam muito contraídos.

A Central da Visão possui clínicas afiliadas em diversas cidades do Brasil com cirurgiões de estrabismo. Além disso, a Central da Visão negociou com suas clínicas afiliadas preços mais acessíveis para a consulta e a cirurgia de estrabismo. Para receber os preços clique aqui ou ligue 0800-608-2130.

Importante!

Esse texto busca sensibilizar os pacientes a buscarem tratamento oftalmológico. Só o médico oftalmologista é capaz de diagnosticar e indicar os tratamentos e/ou cirurgias mais indicadas. Texto revisado pela Dra.Bárbara Nazareth Parize Clemente, CRM SP: 169506, Título Especialista (RQE): 74181. Médica oftalmologista graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde / PUC-SP, residência médica no Hospital de Olhos Aparecida, subespecialização pelo Instituto da Visão IPEPO.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, ligue grátis para 0800-608-2130.

Clique e ligue grátis de qualquer celular: Ligue grátis: 0800 608 2130