Não perca essa oportunidade! Preencha e receba agora mesmo os preços e detalhes:
Eu li e concordo com os Termos de Uso e a Política de Privacidade

Ligue grátis de qualquer telefone ou celular:

0800 608 2130 11 9-9734-6584

Como prevenir o calázio?

Conheça os métodos preventivos do calázio e saiba como manter os seus olhos livres desta lesão.

O calázio é uma doença oftalmológica que consiste no crescimento de um nódulo na pálpebra superior e/ou inferior, rente aos cílios. Para entender melhor como prevenir o calázio, é preciso antes saber quais são as suas causas.

Calázio: quais são as causas?

O calázio é ocasionado por uma inflamação em uma das glândulas palpebrais, chamada Glândula de Meibômio ou glândula meibomiana. Essa infecção faz com que a glândula fique entupida, impedindo que a sua secreção saia. Desta forma, a secreção, que fica presa, acaba endurecendo e formando um pequeno caroço sobre as pálpebras. O caroço, que é o calázio, pode aumentar de tamanho com o tempo. O entupimento da glândula sebácea está relacionado a problemas como acne rosácea e dermatite seborreica, que nada mais é do que oleosidade na pele, principalmente no rosto.

Como prevenir o calázio?

Como o calázio tem sua causa ligada a problemas de oleosidade, é ideal que o paciente, para prevenir que suas glândulas sebáceas venham a entupir, lave diária e corretamente o rosto, principalmente os olhos, limpando bem na região rente aos cílios, que é onde o calázio aparece. Para isso, produtos que ajudem no controle da oleosidade são uma ótima opção.

Uma visita a um dermatologista pode auxiliar o indivíduo a encontrar produtos adequados para o seu nível de dermatite seborreica. Deve-se, ainda, evitar o contato das mãos com os olhos, porém, caso seja necessário, é essencial que elas estejam limpas, para que a doença tenha uma propensão menor de desenvolvimento.

O paciente que tem calázio recorrente, isto é, que reaparece, também pode se prevenir continuando com o tratamento de compressas mornas nos olhos durante cinco minutos antes de dormir, pois isso pode evitar que as glândulas voltem a entupir. Além disso, o calázio também pode indicar algum problema oftalmológico, portanto, é importante que o indivíduo visite regularmente o seu médico oftalmologista, para que possíveis deficiências sejam identificadas com mais rapidez e, assim, tratadas o quanto antes.

Quais são os sintomas do calázio?

O paciente que tem calázio pode ter coceira, vermelhidão e inchaço nas pálpebras, sensação de calor na região da lesão e lacrimejamento. Apesar disso, após alguns dias, todo esse incômodo pode cessar, permanecendo apenas o caroço.

Além do calázio poder indicar um problema de visão, ele também pode influenciar o surgimento de um, pois, dependendo de seu tamanho, ele pode comprimir a córnea, alterando sua curvatura e comprometendo a visão do indivíduo, induzindo a um astigmatismo (visão embaçada).

Quais os tratamentos para calázio?

Uma vez que o paciente tem calázio, ele deve consultar o oftalmologista para um exame clínico. O profissional poderá lhe prescrever medicamentos, como pomadas e colírios, para o tratamento da lesão. Compressas de água morna sobre os olhos afetados até seis vezes ao dia, por cerca de dez minutos, também podem ajudar a desobstruir a glândula entupida por causa da umidade e do calor. Ao mesmo tempo, massagear o calázio com os dedos pode amolecer a secreção endurecida, drenando o caroço.

A Central da Visão negociou com suas clínicas afiliadas preços mais acessíveis para a consulta e a cirurgia de calázio. Para receber os preços clique aqui ou ligue 0800-608-2130.

Importante!

Esse texto busca sensibilizar os pacientes a buscarem tratamento oftalmológico. Só o médico oftalmologista é capaz de diagnosticar e indicar os tratamentos e/ou cirurgias mais indicadas. Texto revisado pela Dra.Bárbara Nazareth Parize Clemente, CRM SP: 169506, Título Especialista (RQE): 74181. Médica oftalmologista graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde / PUC-SP, residência médica no Hospital de Olhos Aparecida, subespecialização pelo Instituto da Visão IPEPO.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, ligue grátis para 0800-608-2130.

Clique e ligue grátis de qualquer celular: Ligue grátis: 0800 608 2130